Mês: setembro 2015

67th Annual Primetime Emmy Awards - Arrivals

Admirável mundo novo

Se pensarmos que a autoimagem é aquela que representa pelo lado de fora o que somos por dentro, é justo acreditar que cada pessoa deveria ter uma aparência única, pessoal e intransferível, mas na prática as coisas não são bem assim. Humanos são seres extremamente sociáveis, estão sujeitos a mudar de opinião conforme o pensamento dos outros. Queremos ser aceitos, precisamos de uma referência, um modelo estético que ajude nosso cérebro a entender quem somos ou pelo menos quem gostaríamos de ser. Talvez por isso, beleza seja um assunto tão discutido em tempos globalizados. A internet possibilita que tenhamos uma visão panorâmica do que acontece no mundo beauty em tempo real. Não faltam blogs, Instagrams, Snapchats ou quaisquer outras fontes nos indicando as possibilidades que podemos seguir. Eventos sociais como red carpets, a temporada de desfiles e o universo musical também são importantes formadores de opinião que balizam o belo por uma ótica editada, influenciando imensamente o desejo coletivo. A beleza em 2015 parece aguada, simplória, sem novidades? Teríamos nós esgotado nossa capacidade de reinvenção? …

Campanha de Giorgio Armani

Toda beleza vale à pena

Em tempos de alta tecnologia, onde é possível se conseguir todas as cores, texturas e comprimentos de cabelos, qualquer mulher hoje pode decidir, dentre o vastíssimo cardápio fashion, quais caminhos ela deseja seguir. Obviamente ela deverá levar em consideração seu tipo físico e personalidade. Lembrando que se a mudança for extremamente radical, a manutenção será algo a ser levado em conta na hora de escolher o look final. Nas últimas temporadas, o desejo máximo tem sido as nuances de loiros brilhantes, perfeitamente ondulados a la Gisele Bündchen. Isso retratou muito bem o espírito feminino dos últimos tempos. Hoje, essa imagem “Old Hollywood Style” já começa a dar sinais de fadiga. Pensando nisso, os novos caminhos se subdividem em várias vertentes. O naturalismo dos anos 90 resgata e apresenta todos os tipos de cabelo: lisos, crespos, curtos, longos inteiros e repicados. É fácil perceber isso quando se folheia alguma revista de moda relevante e, mesmo antes de chegar na parte editorial onde tudo vale, já nos anúncios conseguimos enxergar essa nova realidade que, num sopro de …